www.serrasverdes.tur.br - moderador@jornalserrasverdes.com.br - serrasverdes@serrasverdes.tur.br

Edição:01 julho de 2015

Se não estiver conseguindo abrir as imagens clique aqui http://www.JornalSerrasVerdes.com.br

Clique aqui e indique nosso Informativo para seus amigos e vizinhos, é gratuito

Notícias Circuito Serras Verdes

EXTREMA MOSTRA SUAS BELEZAS NO ESPAÇO AFEU

Mais uma vez Extrema faz bonito e encanta jornalistas, funcionários e apresentadores da Rede Record

A Secretaria de Turismo e Cultura de Extrema-MG e Circuito Serras Verdes, finalizaram mais um sensacional trabalho de Divulgação.
Durante toda a semana (22 à 26) o município levou o que hà de melhor para expor no Espaço AFEU, Associação dos Funcionários das Emissoras Unidas, espaço dentro da Rede Record de Televisão.
Muitos artistas, apresentadores e funcionários da emissora passaram pela AFEU e prestigiaram artesanatos, obras de artes e degustaram o melhor torresmo de Minas e um dos 20 melhores pudins de leite do Mundo, do Armazém Bertoloti, eleito pelos chefes franceses.

A apresentadora do programa Hoje em Dia, Renata Alves, foi até o local a convite de nossa equipe, experimentou o torresmo e o pudim e ficou encantada em seguida prometeu uma visita ao Municipio.
"Só conseguimos fazer um evento dessa magnitude e com esse sucesso graças às parcerias, porque hoje Extrema pode dizer que tem parceiros envolvidos com o turismo. Divulgamos o Destino com o Kit, revista, cd de imagens, folders e entregamos para todos os visitantes" Concluiu a gerente de Turismo Ana Paula Odoni. que agradeceu a total parceria do Circuito Serras Verdes e apoio do Presidente, Gustavo Arrais que marcou presença no evento ajudando na divulgação.

Nossos agradecimentos ao gerente de Marketing, Wanderley Capella e Gerente Administrativo senhor Osmil.
PARABÉNS EXTREMA E COMPETENTE EQUIPE DE CULTURA E TURISMO QUE VEM SENDO SUCESSO NA MÍDIA.

 

DISTRITO DE MONTE VERDE É SUCESSO NA MÍDIA NACIONAL

Mais de 10 grandes veículos de comunicação noticiaram as baixas temperaturas da Vila do Romance e divulgaram o famoso festival de Inverno do Distrito.

Em menos de um mês a AHPMV, Associação de hotéis e pousadas de Monte Verde, registrou dezenas de notícias sobre as baixas temperaturas do local e diversas divulgações do Festival de Inverno. Importantes emissoras mostraram em horário nobre, rede nacional, a Vila do Romance.

Confira umas das matérias de Daniela Aires do G1 Sul de Minas

As temperaturas baixaram, mas a chegada do inverno promete 'aquecer' o clima para quem vive do turismo do frio no Sul de Minas. Em diversas cidades, os visitantes já começam a lotar hotéis e pousadas para aproveitar a paisagem e as atividades típicas do período.
Em Monte Verde, distrito de Camanducaia (MG), as reservas estão praticamente esgotadas para o primeiro fim de semana da nova estação. Em uma das pousadas, que oferece pelos menos 80 acomodações em chalés, havia apenas quatro reservas livres na quarta-feira (24).
"Apesar da crise, estamos com uma boa expectativa para a temporada", diz o presidente do Conselho Municipal de Turismo, Gustavo Arrais. "Julho é o mês mais forte para nós e o número de visitantes costuma ser 70% maior", relata.

Confira a programação do Festival de Inverno que começa nesse Fim de Semana

- 04/07: Orquestra Filarmônica Melhoramentos Caieiras e o cantor Charlis Abraão, com o show “Raul sem Conserto” comemorando os 70 anos de Raul Seixas, às 16 horas, Avenida Monte Verde.
- 04/07: Abertura Oficial, 19 hs, Palco Principal.
04/07: Grupo folclórico da Letônia Tarkšķi, 20 hs, no Palco Principal.
- 05/07: Workshop de arte “Circo para Brincar e Educar”, com Albert Rodrigues, Pátio da Vila Europa, 15 hs.

 

CÓRREGO DO BOM JESUS SE EMPENHA NOS PROJETOS DE TURISMO

A dupla dinâmica do município do Córrego do Bom Jesus, Clodoaldo e Pedro se dedicam aos projetos voltados para o turismo

Na tarde de 9 de junho, terça-feira, o Gestor de Turismo de Córrego do Bom Jesus, Clodoaldo Costa e o Chefe de Gabinete do Município Pedro Henrique Simões se encontraram com o consultor do Circuito Serras Verdes / Golla, Marinho Filho para debaterem sobre projetos do Programa "Projetando o Turismo" do CTSV. Córrego se prepara para a implantação de um grande projeto de sinalização para melhor atender e informar o turista. No período da manhã o Consultor Marinho Filho esteve reunido na sede com a Gestora do Circuito Serras Verdes para tratarem do convênio SETUR 60/2013 que está produzindo os novos Mapas de Bolso do Circuito.

 

CIRCUITO SERRAS VERDES REALIZA REUNIÃO DE DIRETORIA E APRESENTA NOVO MATERIAL DE DIVULGAÇÃO

Mapa de Bolso é apresentado à diretoria na reunião realizada na sede do CSV

No último dia 11, O Circuito Serras Verdes realizou mais uma reunião de diretoria em sua sede na Cidade de Cambuí-MG.

O encontro foi para tratar de assuntos como; A nova edição da Revista Divirta se no Serras Verdes que será lançada no final deste mês, projetos de divulgação e ajustes nas participações junto aos municípios.

Foi apresentado também o Mapa de Bolso que acabou de ser impresso. 80 mil unidades serão distribuidas pelo Brasil dos 26 destinos turísticos do Serras Verdes.

Com a participação do Presidente, Gustavo Arrais, vice, Rosana Ferraz, diretora Administrativa, Rosely Moraes, diretoria estratégica, Elaine Carvalho.

Equipe Técnica: Gestora, Fernanda Paiva, Consultor, Marinho Filho, assessora administrativa, Jane Keller e assessora de Comunicação, Sarah Ribas. A reunião foi bastante produtiva .

É O SERRAS VERDES TRABALHANDO COM TRANSPARÊNCIA E ORGANIZAÇÃO

 

COMTUR DE EXTREMA ALINHA PROJETOS EM REUNIÃO

A Comissão de Turismo de Extrema se reuniu para alinhar projetos voltados ao turismo do município

No último dia 10, o Circuito Serras Verdes marcou presença através da gestora, Fernanda Paiva, na reunião do Conselho Municipal da Cidade de Extrema-MG.

Os conselheiros se reuniram para aprovar e assinar a ata da 77º Reunião Ordinária; discutir sobre a criação de um grupo de trabalho para a revisão do Regimento Interno; discutir sobre a confecção do catalogo da produção associada e ajustar projetos para a melhoria do turismo no município.

 

CIRCUITO SERRAS VERDES EM MAIS UMA PRESS TRIP

CSV recebeu jornalistas do jornal do Grande ABC para mais um encontro de divulgação

Mais uma press trip (encontro de joranlistas) realizada no Circuito Turistico Serras Verdes. Dessa vez quem veio prestigiar nossas belezas foram os profissionais do Jornal do Grande ABC .
Os jornalistas vieram a convite e curtiram a região no  final de semana 22 a 25 de maio.
O trabalho não para. Mais matérias sobre nossos destinos vem por aí.

 

ANUNCIADA 3ª EDIÇÃO DO FESTIVAL DE INVERNO DE CAMBUI

Mais uma edição do FIC promete aquecer as noites no Municipio

Na última sexta-feira, dia 26, foi divulgado oficialmente a programação da 3ª edição do Festival de Inverno de Cambuí, o FIC 2015, evento este que já faz parte do calendário cultural da região.

Este ano o festival acontece do dia 22 á 26 de julho e contará com a Banda 14 Bis, no dia 24, e Penna Seixas no dia 25 como as principais atrações do evento, que terá também a participação de mais de vinte bandas / artistas de Cambuí e região, que se apresentarão nos cinco dias do Festival.

Confira a programação:

Cambuí, crescendo junto com seu povo.

 

SEMANA CULTURAL AMILCAR DE CASTRO EM PARAISÓPOLIS

Muita diversão e cultura são destaques dessa semana

A primeira atração da 5º Semana Cultural Amilcar de Castro,  se encerrou. A apresentação da peça “Maria Minhoca”, do grupo de Teatro Toque de Arte, no pátio do Casarão das Irmãs Carvalho, atraiu bom público, principalmente as crianças.

Depois da apresentação a criançada foi convidada a conhecer o cenário, os personagens e os bastidores do elenco.

Na segunda-feira (29) acontece a abertura oficial da 5º Semana Cultural Amilcar de Castro, no Casarão das Irmãs Carvalho, a partir das 19h, com um coquetel e o início da exposição das obras de Amílcar de Castro.

Texto e fotos: Tatiane Cambraia

 

BUENO BRANDÃO REALIZA PALESTRA VOLTADA PARA O TURISMO RURAL

A Prefeitura Municipal de Bueno Brandão, através do Departamento de Turismo, realizou nesta sexta-feira na Câmara Municipal a palestra, denominada “Turismo Rural como fator de Desenvolvimento Sustentável”, onde foi abordado aspectos conceituais, informações sobre boas práticas e planejamento para a implantação de projetos de turismo rural, bem como dicas importantes para quem pretende empreender nesse segmento.

 

EXTREMA TAMBÉM É DESTAQUE  NA MÍDIA NACIONAL
 

O Município também passou a colecionar diversas matérias sobre o turismo

O Turismo de Extrema é mais uma vez destaque na mídia nacional. Dessa vez foi tema de matéria publicada na Revista Leitura de Bordo, publicação que dedica grande parte de seu conteúdo a apresentar ao leitor opções de destinos turísticos no Brasil e no mundo e que circula (com uma tiragem mensal de 25 mil exemplares) nos vôos da Sete Linhas Aéreas, em Salas Vip, em aeroportos e entre o trade turístico. A mesma revista é também veiculada na versão online e nos aplicativos disponíveis na AppStore, Google Play e na Amazon.
Em matéria intitulada “Extrema, o portal de Minas e suas muitas belezas naturais”, os editores da Revista enfocam as facilidades de acesso (rodoviário e aéreo a partir de São Paulo e Campinas) que Extrema oferece aos seus visitantes, a diversidade de sua oferta turística (estruturada a partir das 5 Rotas Turísticas) e seus atrativos naturais, culturais e estrutura receptiva.
Ao abordar a atividade turística a partir dos segmentos turísticos existentes no município, ou seja, o Turismo Rural, o Ecoturismo, o Turismo Religioso e o Turismo de Aventura, os editores da Revista deixam claro ao seu leitor algumas das preciosidades encontradas neste cantinho de Minas.
Nesse contexto, mereceram destaque a gastronomia, a ruralidade, a infraestrutura de seus parques municipais e o rico calendário de eventos do município, convidando o visitante a conhecer e saborear o apreciado leitão à pururuca, o café colonial com 28 itens (com direito a boas prosas e causos), as cachaçarias e alambiques existentes no município, bem como os parques municipais da Cachoeira do Salto e do Jaguari e eventos como FENAC (Festival Nacional da Canção), o Carnaval e o Festival de Inverno.
De acordo com Ana Paula Odoni, esta publicação é um resultado da participação do município na WTM Latin America e no 43º Encontro Comercial Braztoa, eventos que realizaram-se em São Paulo no período de 22 até 24 de Abril de 2015, quando o município de Extrema, através de uma parceria firmada entre a Prefeitura de Extrema e o Circuito Serras Verdes, manteve um stand para divulgar o turismo de Extrema para o Brasil e o mundo. Ainda de acordo com a gestora, a participação da Gerência de Turismo em eventos correlatos valoriza os comerciantes associados ao turismo e impulsiona a cidade de Extrema no cenário turístico atraindo novas demandas.
A matéria completa “Extrema, o portal de Minas e suas muitas belezas naturais” encontra-se disponível no link: http://bit.ly/1Ff02pY
A atual Gestão Municipal entende que a atividade turística constitui-se em uma valiosa ferramenta capaz de gerar divisas para o município, bem como para os comerciantes da cidade, aumentando o seu poder aquisitivo e consequentemente a qualidade de vida da sua família e comunidade.

 

Agora em Bueno Brandão Casa do Turista,  você encontra:

Dicas de hospedagem

Informações Turísticas

Passeios 4x4

Produtos da terra

Passeios a cavalo

Não perca a oportunidade de visitar e ainda conhecer um pouco do artesanato local!

 

EXTREMA E SERRAS VERDES NOS BASTIDORES DO PROGRAMA HOJE EM DIA

O CSV e o municipio de Extrema foram convidados pela apresentadora, Renata Alves, para assistir ao Vivo o programa Hoej em Dia da Rede Record

No dia 02 de junho, a assessora de Comunicação do Circuito Serras Verdes, Sarah Ribas, juntamente com a diretora de Turismo de Extrema, Ana Paula Odoni e o diretor de Cultura, Pablo Farina, visitaram os estúdios do Programa Hoje em Dia da Rede Record. A equipe foi convidada pela apresentadora Renata Alves que recebeu o material de divulgação do Município e a revista, Divirta se no Serras Verdes, na ocasião os apresentadores, César Filho e Ana Hickman elogiaram a região e prometeram uma visita.

É O SERRAS VERDES E A ATUANTE EQUIPE DE EXTREMA TRABALHANDO NA DIVULGAÇÃO!

 

 

 

 




 


 

 
 

Notícias Gerais
Parceiros do Serras Verdes:

Faça parte desta turma!

Envie sua logomarca!

Clique e acesse os sites

 
Fazenda São Sebastião

 

Turismo - manchetes
Eventos internacionais movimentam o turismo no Brasil

São Paulo, Rio de Janeiro, Foz do Iguaçu e Brasília são os principais destinos

Publicado: Terça, 30 de Junho de 2015, 16h17
Última atualização em Terça, 30 de Junho de 2015, 16h18

Por Gustavo Henrique Braga

Quatro destinos brasileiros concentram pouco mais da metade dos eventos internacionais realizados no país, conforme dados da Associação Internacional de Congressos e Convenções (ICCA, na sigla em inglês). Dos 291 eventos realizados no Brasil em 2014 – que colocam o país entre os 10 principais destinos no mundo para esse tipo de turismo –, 162 ocorreram nas cidades de São Paulo (66), Rio de Janeiro (64), Brasília (16) e Foz do Iguaçu (16).

Apesar da concentração, o levantamento mostra que o número de cidades brasileiras que receberam eventos internacionais em 2014 cresceu em relação a 2013: ao todo foram 61, contra 55 em 2013. Conforme os dados do ICCA, entre 2003 e 2014, o total de eventos passou de 62, em 2003, para 291 em 2014. No mesmo período, o número de cidades que sediaram esse tipo de evento subiu 177%.

De acordo com estudo do Ministério do Turismo, o turismo de negócios é o segundo maior fator de atração de estrangeiros para o país. Responde por 25,3% do volume de visitantes de outros países. O gasto médio diário deste público é de US$ 102,18, cerca de 50% maior que o desembolso dos turistas que viajam a lazer.


NACIONAIS

Quando considerados eventos nacionais e internacionais, o impacto no turismo é ainda maior. De acordo com o calendário do São Paulo Convention & Visitors Bureau (SPCVB), são 1.575 eventos cadastrados até o momento para 2015. Com esses eventos, são esperados 26,4 milhões de participantes no total, sendo estimados 10,5 milhões de outras cidades e/ou países.

Já o calendário 2015 de eventos do Rio Convention & Visitors Bureau (Rio CVB) conta, até o momento, com 229 congressos, dos quais 164 nacionais e 65 internacionais. Juntos, eles têm previsão de gerar para a cidade uma receita estimada em US$ 1.7 bilhão e 1,3 milhão de congressistas.

Em Foz do Iguaçu, por sua vez, 35 eventos contabilizados pelo Iguaçu Convention & Visitors Bureau devem atrair 76,6 mil pessoas. Esses eventos devem acrescentar R$ 33,4 milhões à economia local.

Ranking de eventos internacionais nas cidades brasileiras, de acordo com a ICCA:

1 - São Paulo (SP) - 66

2 - Rio de Janeiro (RJ) - 64

3 - Foz do Iguaçu (PR) - 16

Brasília (DF) - 16

4 - Salvador (BA) - 14

5 - Fortaleza (CE) - 11

Natal (RN) - 11

6 - Florianópolis (SC) - 9

Porto Alegre (RS) - 9

7 - Recife (PE) - 6

8 - Curitiba (PR) - 4

9 - Belo Horizonte (MG) - 3

Campinas (SP) - 3

Gramado (RS) - 3

João Pessoa (PB) - 3

10 - Belém (PA) - 2

Búzios (RJ) - 2

Goiânia (GO) - 2

Londrina (PR) - 2

Manaus (AM) - 2

Ouro Preto (MG) - 2

Pirenópolis (GO) - 2

Santa Maria (RS) - 2

Santos (SP) – 2

Saiba que destinos cobram taxas ambientais e como elas são empregadas

A cobrança serve para custear projetos de conscientização de moradores, melhorar a infraestrutura local e controlar o fluxo de visitantes. Benefícios são sentidos pelos locais, turistas e pelo meio ambiente

Publicado: Segunda, 29 de Junho de 2015, 11h53
Última atualização em Segunda, 29 de Junho de 2015, 17h21

Por Tatiana Alarcon

Apaixonada por natureza, sol e praia, a maranhense de 33 anos, Danielle Arouche, sempre quis conhecer o paraíso ecológico de Fernando de Noronha, em Pernambuco. Quando finalmente esteve lá, no fim do ano passado, encontrou praias preservadas, cavernas históricas, gastronomia abundante e um ambiente seguro. Pelos sete dias em que esteve no arquipélago, desembolsou cerca de R$ 320 para o pagamento da Taxa de Preservação Ambiental (TPA), cobrada e arrecadada pelo governo do estado para garantir o cuidado do local.



Assim como em Noronha, outros destinos brasileiros recolhem impostos para a entrada ou estadia de visitantes, que são investidos em infraestrutura, limpeza pública, saneamento básico, desenvolvimento de projetos ambientais e sistemas de controle do fluxo de turistas, para evitar excesso de visitantes na alta temporada. A tarifa é respaldada pelo Código Tributário Nacional, que autoriza municípios a instituírem a arrecadação de tributos para controle, proteção e preservação do patrimônio ambiental e ecológico.

Para o ministro do Turismo, Henrique Alves, a proteção ao meio ambiente é uma garantia ao desenvolvimento sustentável do país. “É necessário criar um trabalho de conscientização, que favoreça o crescimento local sustentável, a preservação da natureza e a qualidade de vida da população”, afirma.

Em Fernando de Noronha, a taxa, no valor diário de R$ 51,40, foi instituída por uma lei estadual e é cobrada por pessoa de acordo com o total de dias de permanência na ilha. A Taxa também é cobrada em Morro de São Paulo, na Bahia. Lá, o tributo foi estabelecido pela Lei Complementar 387. Ele é cobrado de uma única vez, no valor de R$ 15 por turista. Em Ilhabela, São Paulo, a tarifa é cobrada por veículo, conforme lei distrital. Apenas nos meses de janeiro a abril deste ano, a arrecadação rendeu aos cofres da prefeitura R$ 1,59 milhão, investidos em projetos ambientais, na aquisição de veículos para operações ligadas ao meio ambiente e no tratamento do lixo.

Em Santa Catarina, instituída com base na competência tributária municipal, a prefeitura de Bombinhas também cobra a entrada de visitantes por veículo nos meses de alta temporada – de novembro a março – para minimizar os impactos ao meio ambiente causados nesse período. De acordo com a prefeitura, do início do ano até abril, foram arrecadados R$ 3 milhões. Os frutos da cobrança foram percebidos pelos turistas, com a limpeza e instalação de 580 lixeiras e 60 banheiros públicos nas praias.

Arrecadação de ingressos

Não são apenas nas ilhas que são cobradas taxas administrativas para conservação ambiental. Nos Parques Nacionais do Brasil, administrados pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), os visitantes devem pagar para entrar nas áreas destinadas ao uso público, como trilhas, travessias e áreas de difícil acesso. A cobrança de ingressos foi definida em portaria instituída em 2009 pelo Ministério do Meio Ambiente.

Os valores variam conforme o perfil do visitante: brasileiros ou estrangeiros residentes no país pagam metade do ingresso cobrado aos turistas estrangeiros. São isentos de pagamento o visitante brasileiro ou estrangeiro com residência permanente no Brasil com mais de sessenta anos, crianças, estudantes e acompanhantes em visitação escolar, pesquisadores, e guias de turismo, entre outros. Além disso, as administrações dos parques oferecem descontos a todos os turistas nos períodos de baixa temporada para estimular a visitação.

A arrecadação é destinada a ações de melhorias diretas nos parques com reformas e manutenção de trilhas, sinalização, distribuição de material informativo, além de criação e manutenção dos centros de visitantes. Os valores dos ingressos para acesso aos Parques podem ser conferidos no site do ICMBio.

Brasil prepara plano estratégico de estatísticas de turismo

Com bases comuns para as pesquisas, governo federal, estados brasileiros e países vizinhos poderão compartilhar as informações coletadas sobre o setor. Dados mais precisos também ajudam criar políticas públicas acertivas

Publicado: Quinta, 25 de Junho de 2015, 09h49
Última atualização em Quinta, 25 de Junho de 2015, 12h59



O governo brasileiro quer aprofundar seu conhecimento sobre o mercado de viagens e turismo aperfeiçoando os mecanismos de produção de dados e o uso das informações coletadas sobre o setor. Este é um dos objetivos do Plano Nacional Estratégico de Estatísticas Turísticas, cujas premissas básicas foram apresentadas nesta quarta-feira (24) durante um seminário promovido pelo Ministério do Turismo, em Brasília.

“Com a implementação do plano, que está sendo construído de forma coletiva, o setor do turismo será medido de forma mais precisa. Com isso, daremos um salto qualitativo nas estatísticas sobre o setor”, disse o diretor do Departamento de Estudos e Pesquisas do MTur, José Francisco Lopes, na mesa de debates do I Seminário Técnico do Plano Nacional Estratégico de Estatísticas Turísticas – Brasil 2016-2021.

Um dos temas debatidos neste primeiro dia de seminário, que prossegue nesta quinta-feira (25), foi a contribuição do MTur para o desenho, implementação e fortalecimento do Sistema Nacional de Informações Turísticas (Situr). O plano nacional, alinhado com as recomendações da Organização Mundial de Turismo (OMT), contribui com este objetivo ao definir diretrizes para a coleta, armazenamento e a disseminação das estatísticas de turismo no país. O modelo será alinhado com os países do Cone Sul e contribuirá para impulsionar os sistemas estaduais de informação turísticas.

“As plataformas técnicas têm um ingrediente político importante. Assim, é fundamental o respaldo do Ministério do Turismo para este projeto”, disse o consultor do Consórcio FGV/Fipe, Alfredo Garcia. O representante do IBGE, Roberto Saldanha, disse que a entidade é parceira nessa “empreitada” que, segundo ele, pode fornecer, em médio prazo, informações para o planejamento de políticas de turismo e para o cidadão.

O representante do Banco Central, Thiago Viera, da Divisão de Balanço de Pagamentos, falou da importância do fortalecimento do sistema de informações de turismo e da relevância deste para a apuração da conta de viagens, que estima gastos dos brasileiros no exterior e de estrangeiros no Brasil. “O banco enxerga a plataforma como uma oportunidade de mão dupla”, disse ele.

Moderador do debate, o consultor do MTur Antonio Massieu ressaltou a importância da realização do seminário para o alinhamento de informações com as instâncias envolvidas na elaboração do Plano Nacional. O diretor do Departamento de Estudos e Pesquisas do MTur anunciou a realização de um projeto piloto da pesquisa de Demanda Turística Internacional, que trará informações sobre o turista estrangeiro que visita o país com metodologia renovada.

Imagem do Brasil no exterior é tema de encontro

Encontro reuniu conselheiros de 30 países para tratar da preservação e proteção da imagem do imigrante brasileiro no exterior

Publicado: Quinta, 25 de Junho de 2015, 18h50
Última atualização em Sexta, 26 de Junho de 2015, 10h36



Por Deborah de Salles

O Coordenador Geral de Proteção à Infância do Ministério do Turismo (MTur), Adelino Neto, participou na tarde desta quinta-feira (25) da I Conferência sobre Questões de Gênero na Imigração Brasileira. O objetivo do encontro foi debater propostas e ideias que visam, prioritariamente, a melhoria da imagem do Brasil no exterior e a proteção do cidadão que reside em outros países.

I Conferência de Gêneros - Brasileiro no Mundo. Foto: João Antônio Araújo
I Conferência de Gêneros - Brasileiro no Mundo. Foto: João Antônio Araújo

Conselheiros alocados em 30 países, que atuam em conjunto com as embaixadas do Brasil, compartilharam experiências sobre ações e projetos de amparo ao imigrante vítima de qualquer tipo de violência.

Na mesa de debates, o tráfico de pessoas e a exploração sexual foram pautas prioritárias. O representante do Ministério do Turismo, Adelino Neto, apresentou as políticas públicas da Pasta direcionadas à proteção da criança e do adolescente e citou como exemplo o programa Turismo Sustentável e Infância. "Nossa meta é mobilizar todos os agentes de proteção, afim de ampliar essas medidas. Queremos que nosso programa seja modelo a outros países, ajudando a formar multiplicadores em qualquer lugar do mundo”, afirmou.

Adelino lembrou que o Brasil é um país que recebe um número cada vez maior de estrangeiros – foram cerca de 6 milhões no ano passado. Entre os principais países emissores de visitantes para os destinos brasileiros estão Argentina, Estados Unidos e Paraguai. “Diante desse fluxo, o Ministério do Turismo tem o cuidado de alertar que a exploração sexual infantil no turismo é crime e por isso, os visitantes que entram no país recebem orientações, por meio de cartilhas, banners e cartazes distribuídos nos aeroportos, centros de atendimento ao turista, meios de hospedagem, bares e restaurantes”, destacou.

Entre as iniciativas do Governo Federal relacionadas a esse tema, está a portaria assinada no ano passado, que proíbe, no Brasil, a entrada de estrangeiros condenados ou envolvidos com qualquer tipo de denúncia relacionada à pornografia ou exploração infantil.

A inciativa do programa Turismo Sustentável e Infância, do MTur, foi elogiada pelos representantes da mesa de debates que, inclusive, manifestaram interesse em usar, divulgar e compartilhar o material eletrônico disponível no site do Ministério.

A programação da conferência se estende até sexta-feira (26). A agenda final inclui a apresentação de uma lista de projetos que serão submetidos à aprovação pelos relatores do grupo de trabalho formado por 30 países, além dos membros da sociedade civil e governo federal.

O evento é uma iniciativa do Ministério das Relações Exteriores em parceria com a Fundação Alexandre de Gusmão (FUNAG) e a Subsecretaria Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior. Representantes do Ministério da Justiça, da Secretaria de Políticas para as Mulheres, da Polícia Federal, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e demais órgãos parceiros participaram da rodada de discussão.

DISQUE DENÚNCIA NO EXTERIOR

Residentes brasileiros no exterior podem, a qualquer momento, realizar denúncias relacionadas a qualquer tipo de violência por meio do celular. O aplicativo Proteja Brasil, desenvolvido pela Unicef e Governo Federal, é gratuito e pode ser baixado em qualquer plataforma. O sistema, disponível em três línguas, ajuda o usuário a identificar todos os tipos de violência. Ao acessar a ferramenta por meio do smarthphone, é acionado um sistema de georreferenciamento. A partir daí, é possível localizar as redes de proteção mais próximas do cidadão, como delegacias ou consulados.

Links úteis
MTur - Ministério do Turismo

SETUR - Secretária de Estado de Turismo de Minas Gerais

OMT - Organização Mundial do Turismo

Abav - Associação Brasileira de Agências de Viagens

Abbtur - Associação Brasileira de Bacharéis em Turismo

Abeoc - Associação Brasileira de Empresas de Eventos

Abeta - Associação Brasileira das Empresas de Turismo e Aventura

Abgtur - Associação Brasileira de Guias de Turismo

Abih - Associação Brasileira da Indústria de Hotéis

Abrasel - Associação Brasileira de Bares e Restaurantes

Abraturr - Associação Brasileira de Turismo Rural

Abresi - Associação Brasileira de Gastronomia, Hospedagem e Turismo

ANUNCIE EM NOSSO JORNAL OU ASSINE O JORNAL IMPRESSO E AJUDE A DIVULGAR A "NOSSA PALAVRA". Basta enviar um email moderador@jornalserrasverdes.com.br fale com o Rose.

Expediente 

“Jornal Serras Verdes” - Informativo Interno do Circuito Serras Verdes do Sul de Minas.
Diretor Responsável: Gustavo Pessoa Arrais.
Jornalista Responsável: Sarah Ribas MTB: 0018934/MG

Redação e Publicidade: moderador@JornalSerrasVerdes.com.br

Fale conosco 

Mande sua sugestão- crítica - opinião para moderador@jornalserrasverdes.com.br
Se sentir ofendido, prejudicado pelas notícia publicadas no "Jornal Serras Verdes" on line ou impresso e desejar utilizar o direito de resposta, basta enviar carta ou email para moderador@jornalserrasverdes.com.br, que publicaremos sua resposta com o mesmo tamanho e local.

Visite o nosso site 

            Visite o Circuito Serras Verdes do Sul de Minas.

www.serrasverdes.tur.br